PUBLICIDADE fael 12.03

Política

Seminário Todo Autista é Único é um sucesso

Evento, que chega na sua quinta edição, contou com mais de mil pessoas

Sant’Ana do Livramento sediou, nesta sexta-feira (13), mais uma edição do Seminário “Todo Autista é Único”, que chega no seu quinto ano. O evento é promovido pelo gabinete do vereador Carlos Nilo (Progressistas), e contou com a presença de mais de 1.200 pessoas, além dos profissionais que compartilharam suas experiências com a sociedade.
O evento contou com a palestra da neuropediatra Newra Tellechea Rotta, falando sobre o passado, presente e futuro do Autismo; da terapeuta ocupacional, Daniela Zimmer, que falou sobre o papel da terapia no autismo; da psiquiatra infantil, Gabriela Garrido, que falou sobre os desafios dos autistas na América Latina; e do educador especial, psicopedagogo e psicanalista, Gustavo Montiel.
Em mais um ano, o evento foi um sucesso, pois a comunidade santanense e de outras cidades pôde tirar suas dúvidas sobre o tema e trocar conhecimentos importantes para compreender o autista. Para Jeny Vasquez, da Associação Riverense de Transtornos do Espectro Autista, o número de expressivo de pessoas é o mais importante. “Isso significa que as pessoas estão interessadas em saber como sente e pensa um autista”, disse.
Segundo Francisco Alvez, da Associação de Pais e Amigos do Autista, a 5ª edição do seminário é mais um sonho. “Pois isso é informação para outras pessoas, professores que aqui estão”, disse ele. Francisco falou da sua felicidade. “Estamos todos muito felizes por esse dia, não esperávamos tantas pessoas. Agradeço ao vereador Nilo e sua equipe por ter trabalhado tanto para que chegássemos neste dia”, finalizou ele.
O primeiro Seminário Todo Autista é Único aconteceu em 2013, no Teatro Municipal de Riveira. Possuindo uma carga horária de 12 horas, o evento foi um marco na luta pela política pública eficiente no tratamento. De lá pra cá foram muitos avanços. Para o vereador Carlos Nilo, é mais uma vitória. “Estou convicto de que este evento nasceu como uma ferramenta útil e estou certo de que quem vai colher os frutos dessa batalha são os pais de autistas e, principalmente os seus os filhos”, destacou Nilo.

Por: Rodrigo Evaldt – rodrigo@jornalaplateia.com - 14/04/2018 às 0:00

 

Deixe seu comentário