PUBLICIDADE fael 12.03

Bem-estar

AJUDANDO O CÉREBRO A DAR SENTIDO AOS SONS

Tudo começa com o cérebro, e é por isso que os Aparelhos Auditivos da Oticon possuem a intenção de dar suporte de maneira que o cérebro dê sentido aos sons. Neste processo, devemos entender para que possamos atender às necessidades individuais de cada pessoa. Em outras palavras, ao invés de focarmos no som ou nas orelhas, vamos focar no cérebro.
A mentalidade do mercado tradicional é compensar os danos causados na orelha. Nós chamamos isso de ear hearing (ouvir com as orelhas). Pensando primeiramente no cérebro, nosso objetivo e ajudá-lo a dar sentido aos sons que recebe das orelhas com o BrainHearing™ (ouvir com o cérebro).
Para fazer isso, vamos nos concentrar primeiro no que o cérebro necessita para das sentidos aos sons que recebe das orelhas.
• O cérebro uso constantemente ambas as orelhas para se orientar e saber o que está acontecendo no ambiente;
• O cérebro separa os sons relevantes do ruído competitivo;
• O cérebro precisa saber onde se concentrar em ambientes ruidosos;
• E, por fim, o cérebro depende de sua habilidade de reconhecer o som para que tudo tenha sentido.
A Tecnologia BrainHearing™ requer uma plataforma de processamento de sinal Qua-Core chama Inium Sense Wireless, no qual é a primeira plataforma que realmente dá suporte ao processo do cérebro em dar sentido aos sons, fazendo o possível para que dois aparelhos auditivos se comuniquem sem problemas e continuamente.
A Tecnologia BrainHearing™ combina 4 características audiológicas que trabalham em conjunto dando um suporte completo ao cérebro. Essas características ajudam para que o cérebro:
• Organize s sons e se oriente dentro do seu ambiente;
• Escute melhor em ambientes desafiadores;
• Compreenda a fala acima dos ruídos, participe das conversas e controle o foco quando necessário;
• Desfrute de uma avançada e rica experiência auditiva de acordo com suas preferências sonoras.
No estudo MarketTrak VIII realizado em 2010, Kochkin, S. et al mensuraram dos usuários de aparelhos auditivos com a tecnologia tradicional focada apenas na orelha, os pacientes obtiveram 79% de satisfação. Em contrapartida, no Estudo Internacional de Satisfação do Alta (Oticon) em 2013, a satisfação geral para os novos e usuários experientes utilizando o suporte ao cérebro pela plataforma BrainHearing™ foi de 96%.
Qualquer oportunidade de melhorar sua audição vale a pena explorar. A transição para uma nova tecnologia sempre requer um período de adaptação. Com um novo aparelho auditivo, você irá aproveitar os benefícios da melhor qualidade sonora e melhoria de inteligibilidade da fala.
Quando você experimenta uma nova prótese auditiva, seu cérebro trabalha para se adequar a nova tecnologia e ao som. No início ele pode ser muito diferente. A exclusividade BrainHearing™ foi designada para ajustar facilmente ao seu novo aparelho auditivo ajudando a melhorar os sentidos do som. Aparelhos comuns fazem os mesmos ajustes e trabalham da mesma forma para os usuários. Mas duas pessoas não desejam ouvir da mesma forma, principalmente porque nosso cérebro interpreta o som de formas diferentes. Com as ferramentas do BrainHearing™ você pode ter o som adaptado as suas necessidades e preferências pessoas. Finalmente isso facilita a adaptação a nova tecnologia, um som ainda mais rico e uma experiência auditiva mais natural.
Aproveite mais detalhes de fala e comunicação, tenha mais poder para participar de conversas e reuniões, compareça na Clínica Amplivox de Fonoaudiologia e venha experimentar os Aparelhos Auditivos Oticon com tecnologia BrainHearing™ e aproveitar cada momento ouvindo com muita qualidade e conforto.

Fonoaudióloga Aline Glicéria da Silva
Especialista em Audiologia pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia.

UMA DICA DE: Clínica de fonoaudiologia Amplivox
ENDEREÇO: Rivadavia Corrêa, n° 890/103 Sant’Ana do Livramento
TELEFONE: (55)3242-4326 (55) 99650-1017
Agende sua consulta

Por: - 30/01/2018 às 0:00

 

Deixe seu comentário