PUBLICIDADE

Esporte

Wellington Silva mostra desenvoltura no Inter

tacante ainda busca forma física, mas pode estar na estreia na Copa do Brasil

O Inter contou pela primeira vez com Wellington Silva em um treinamento técnico-tático. Ainda sem o melhor condicionamento físico, mas garantindo estar bem de seu problema no púbis, o atacante participou dos trabalhos com bola na manhã de sexta-feira (12) no CT Parque Gigante. Colocado em um dos times reservas pelo técnico Odair Hellmann, o jogador atuou aberto pelo lado esquerdo. A movimentação foi boa e com total desenvoltura.
Wellington Silva deverá seguir treinando para
readquirir condicionamento físico. Este foi seu primeiro contato com a bola em um trabalho coletivo. Ele afirmou, em sua apresentação oficial, que talvez demorasse um pouco para voltar a começar uma partida e não faz previsões para que isto aconteça.
Uma expectativa que se tem é que Odair possa contar com o atacante para o jogo da Copa do Brasil contra o Boavista (RJ) no próximo dia 31 de janeiro ou até antes, em uma partida do Gauchão. A princípio, a disputa de posição de Wellington será com Camilo, fixado como titular pelo treinador neste início de temporada.

Inter na terceira fase da Copa São Paulo

O Inter avançou à terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior depois de vencer o XV de Jaú nos pênaltis na tarde de quinta-feira. O destaque ficou por conta do goleiro Carlos Miguel, que defendeu duas cobranças.
No tempo regulamentar, a equipe de Fábio Matias parecia que golearia mais uma vez, assim como encerrou a fase de grupos ao fazer 6 a 1 no Osvaldo Cruz.
Logo aos nove minutos de jogo, Brenner recebeu o cruzmanto de Netto e marcou. Mas não manteve a mesma superioridade do início. O empate do time paulista aconteceu aos 42 minutos do segundo tempo de pênalti. Thiago sofreu o pênalti e Gustavo, converteu.
Com o 1 a 1, a partida foi para os pênaltis. E o goleiro de 2m04cm brilhou. Nascido em Macaé, o camisa 1 de 19 anos defendeu a cobrança de Gustavo. Como Da Silva errou para o Inter, precisava que Miguel fizesse mais uma defesa e, então, acabar a partida. Foi o que aconteceu. Renan chutou o goleirão do Inter defendeu.
O próximo confronto é contra o Boavista, do Rio de Janeiro.

Mádson para substituir Edilson

O Grêmio foi buscar no Rio de Janeiro o seu lateral-direito. Madson, 25 anos, foi comprado do Vasco da Gama para assumir a vaga no grupo de jogadores deixada com a saída de Edilson para o Cruzeiro. O jogador que teve sua contratação referendada por Renato Portaluppi, chegou na quinta-feira a Porto Alegre para realizar exames médicos e dar sequência nos trâmites burocráticos da transferência.
“O Renato fala muito bem deste jogador. Tem todos requisitos que um lateral precisa”, disse Gérson Oldenburg, empresário e confidente do técnico do Grêmio.
Enquanto vasculhava o mercado, a direção ofereceu uma série de opções para Renato. Mas por conhecer as capacidades de Madson, o técnico recomendou a investida. Para contar com o lateral pelos próximos quatro anos, o Grêmio pagou R$ 2 milhões. O clube tentou oferecer Henrique Almeida ao Vasco, mas o clube carioca não aceitou.
Na sua chegada à Capital na quinta, Madson passou rapidamente pelo saguão do aeroporto Salgado Filho. Acompanhado por um dos seus empresários, tentou despistar sobre seu futuro:
“Estou chegando agora, vamos sentar e ver o que vai acontecer. Não posso falar muito agora”, disse o lateral.
Revelado nas categorias de base do Bahia na campanha do vice da Copa São Paulo de 2011, o lateral foi promovido ao grupo principal do clube baiano e ficou dois anos alternando entre o time titular e o banco de reservas. Em 2014, foi emprestado ao ABC e conseguiu bom destaque na disputa da Série B. As atuações chamaram a atenção do Vasco, que buscou o jogador em 2015.
Nos primeiros dois anos de Vasco, foi titular em boa parte das temporadas. No ano passado, no entanto, perdeu espaço com a chegada de Gilberto.

Ficha

Nome: Madson Ferreira dos Santos
Idade: 25 anos (13/1/1992)
Naturalidade: Salvador
Altura: 1m82cm
Clubes: Bahia, ABC e Vasco

Fonte: Site GZH.

Por: Marcel Neves - marcelneves@jornalaplateia.com - 13/01/2018 às 0:00

 

Deixe seu comentário