PUBLICIDADE fael 12.03

Política

Frederico Antunes se diz surpreso com declaração do Presidente da FCDL-RS

Conforme o presidente da Frente Parlamentar, a opinião da FCDL-RS é precipitada e não ajuda no processo de criação das zonas francas em território gaúcho.

O coordenador da Frente Parlamentar em Defesa da Instalação de Free Shops em Cidades Gêmeas de Fronteira, deputado estadual Frederico Antunes (PROGRESSISTAS), ficou surpreso com a declaração dada pelo presidente da FCDL-RS, Vitor Koch, de que o comércio varejista da Fronteira poderá sofrer prejuízos com a Instrução Normativa que regrará a criação de zonas francas terrestres da região. No Rio Grande do Sul, 10 cidades serão diretamente impactadas pela medida.
Conforme o presidente da Frente Parlamentar, a opinião da FCDL-RS é precipitada e não ajuda no processo de criação das zonas francas em território gaúcho. Conforme Frederico, em dezembro passado, uma grande reunião promovida pela Unale em Brasília já havia deliberado sobre a necessidade de alteração no artigo 5º da Instrução Normativa (IN), pedindo a redução do valor mínimo para o ingresso de empresas no regime aduaneiro – encontro que contou com a presença de mais de 300 lideranças e entidades, mas sem a presença da FCDL-RS.
“Esta declaração da entidade é precipitada e um desrespeito a quem está lutando desde o início deste processo”, disse. O parlamentar acrescenta que o apoio à criação das lojas francas é compartilhado por diversas entidades representativas da região, que atualmente sofrem com a perda de concorrência para os lojistas do outro lado da fronteira.

Por: redacao@jornalaplateia.com - 12/01/2018 às 0:00

 

Deixe seu comentário