PUBLICIDADE

Bastidores

Experiência na gestão

Os dez anos de experiência acumulada - e reconhecida - como presidente da Associação Comercial e Industrial de Livramento, até abril do ano passado, cacifam o empresário Sergio Oliveira à gestão qualificada de entidades. Por isso, já  teve seu nome cogitado e recebeu convites para vários cargos.  Desta vez, finalmente, resolveu aceitar indicação para a presidência do Sindicato do Comércio Varejista - Sindilojas, integrante do sistema Fecomércio. O presidente da ACIL, Jairo Zamberlan, que o sucedeu naquele cargo, festejou ontem o retorno de Sergio às lides no trabalho social e associativista.

Supervisão de fato nas estradas

Quem não acreditou – e até mesmo chegou a criticar a criação do cargo – em uma atuação efetiva do novo supervisor de estradas rurais do município na função para a qual foi nomeado está aos poucos constatando que realmente foi um decisão acertada do Município, a de propor a criação desse cargo, no fim do ano passado. O problema da trafegabilidade nas estradas rurais é crucial para o desenvolvimento econômico e social de Livramento. Por menor que seja, é extremamente válida qualquer ação para agilizar os trabalhos e buscar um mínimo de qualidade nas condições das estradas. O trabalho de supervisão, desenvolvido pelo ex-chefe de gabinete do Prefeito, Vinícius Repetto, aos poucos começa a demonstrar resultados, constatado pelos próprios usuários. Esta semana, o vereador Evandro Gutebier, que reside na região de Pampeiro e é um batalhador pelas melhorias nas estradas rurais, fez um importante registro em seu perfil no Facebook, agradecendo o atendimento de um dos tantos pedidos que já fez. Na segunda-feira, ele acompanhou, junto com Vinícius, o trabalho realizado nas estradas de Palomas – que será recuperada até a vila Santa Rita, beneficiando também as estradas da Cruz e da Vila de Pampeiro  e Cerro dos Munhoz.

Campanha da biometria na Fronteira só depois da eleição

O Tribunal Regional Eleitoral – TRE-RS ainda não definiu o período das campanhas de revisão cadastral, visando, entre outras razões, acelerar o processo biométrico em 71 municípios gaúchos, entre os quais algumas das principais cidades da Fronteira Oeste e Região da Campanha. Essas campanhas têm como objetivo acelerar o processo de recadastramento de todos os eleitores gaúchos, instituindo definitivamente a biometria no processo eleitoral. O registro biométrico vem sendo feito durante o recadastramento regular, que acontece sempre que o eleitor espontaneamente procura atendimento, mas para concluir o processo de coletas dos dados biométricos o TRE-RS tem definido períodos em que o eleitor é obrigado a comparecer sob pena de ter seu título cancelado. Até o fim do ano passado esse processo havia sido concluído em 400 municípios. Em outros 26 a revisão será encerrada até março deste ano. Nos demais 71 municípios, onde estão incluídos Livramento, Bagé, Alegrete, Dom Pedrito, Rosário do Sul, São Gabriel e Uruguaiana, na Fronteira Oeste e Campanha, a revisão vai acontecer após as eleições deste ano, em datas ainda a serem definidas.

Por: ediselgarte@jornalaplateia.com WhatsApp (55) 84296522 - 11/01/2018 às 0:00

 

Deixe seu comentário