PUBLICIDADE

Editorial

Há todo o direito de sonhar

A quarta-feira também foi de futebol para o torcedor gremista. Foi dia de acompanhar o jogo entre Real Madrid e Al-Jazira e ver a vitória apertada entre “O Grande” e o então “despercebido” time menos ofensivo.

O Grêmio já fez a sua parte. Está na final. A obrigação agora é do adversário que, pela história e possuir jogadores que ostentam títulos mundiais, precisam cumprir tabela e vencer, mesmo que para a grande maioria este título não represente grande aspiração.

O Grêmio vai leve para a partida no sábado, o jogo será um sonho, mas sem o peso que existirá para o Real, quem sabe assim, a surpresa possa ser maior que nos deu o Al-jazira. Nas rádios e programas esportivos o final de tarde e noite serviu justamente para falar do jogo e da real possibilidade de disputar a final do mundial contra um grande clube. Mesmo que se fale de REAL Madrid, o Grêmio também é grande e vem fazendo belas partidas e excelentes campanhas, a exemplo disto a sua conquista na Libertadores.

O torcedor Tricolor tem todo o direito de sonhar e desejar a vitória, ademais pelo jogo apresentado na tarde de ontem. O banco de reservas do Grêmio é um banco de ouro, uma caixinha de surpresas que tem trazido bons resultados, quem sabe, no próximo sábado, um nome pouco conhecido se torne protagonista, senão o CR7 terá mais uma fotografia bonita para publicar nos jornais, “mais do mesmo”.

Por: Administrador - 14/12/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário