PUBLICIDADE

Política

Prefeitura inicia distribuição de repelentes para grávidas do Programa Bolsa Família

Reduzir os índices de doenças relacionadas ao mosquito Aedes Aegypti, como Zika, Dengue e Febre Chikungunya. Este é o objetivo do Governo Federal com a entrega de repelentes que devem ser distribuídos para as gestantes beneficiárias do Programa Bolsa Família em todo o país. A gestante receberá repelentes para os meses de dezembro e janeiro. Segundo a secretária de Assistência e Inclusão Social, Carla Saraiva, as prefeituras ficaram responsáveis por escolher a melhor forma de distribuição – ou no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou nas unidades de saúde.
“Com o auxílio do Pim iniciamos a distribuição para estas gestantes, que devem informar a gravidez na sala 7 do PAM e realizar os acompanhamentos pelas equipes de saúde, junto às Unidades Básicas. Além dos repelentes, a partir da informação da gravidez, a beneficiária recebe um aumento do benefício do Bolsa Família, durante os nove meses de gestação”, explicou a Secretária que ressaltou ainda que 250 grávidas deverão receber a proteção.
A proteção das mulheres grávidas beneficiárias do Bolsa Família, que representam àquelas famílias em situação mais vulnerável, é prioridade para o Governo Municipal. Na semana passada, a Coordenação Municipal do Programa Bolsa Família esteve na Unidade Sanitária (na Daltro Filho) e na ESF Vila Real. De acordo com a Secretária, todas as Unidades receberão as equipes e os produtos, sendo agendadas em breve.

Por: Rodrigo Evaldt - rodrigo@jornalaplateia.com - 07/12/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário