PUBLICIDADE

Geral

Políticas públicas para idosos

Legislativo, Judiciário e Executivo se reuniram nessa terça (05) para falar sobre o tema

Nessa terça, o salão da Câmara de Vereadores em Livramento tornou-se um espaço para falar a respeito de políticas públicas dos idosos. Com a participação da Juíza de Direito Carine Labres, Titular da Vara de Família, Infância e Juventude, a magistrada falou sobre os direitos e garantias da pessoa idosa e da necessidade de união entre a Rede Protetora do idoso e do fortalecimento das políticas públicas.
Segundo a Juíza, há na comarca uma grande estatística de pessoas idosas e praticamente um número mínimo de políticas públicas, além de uma grande demanda judicial envolvendo processos de maus tratos contra pessoas idosas e até apropriação de valores onde os idosos figuram como vítimas.
Conforme entrevista, o objetivo do Judiciário é interceder junto às autoridades do município para que os idosos sejam vistos e as políticas públicas saiam de fato do papel para a realidade. A ideia é articular políticas públicas que dignifiquem o idoso. A Juíza lembra ainda que a proposta não é tutelar o idoso, mas sim dar poder, independência e autonomia para as pessoas que já alcançaram esta fase na vida.
Na Câmara de Vereadores, a manhã foi de conversa e de um debate saudável de como o Município pode organizar a sua rede de proteção para alcançar ainda mais o idoso e levar saúde, segurança, lazer e informação. Também participou a Elaine Lucas, Coordenadora Municipal da saúde do idoso que palestrou para os vereadores e público presente sobre a importância de proteger e cuidar das pessoas idosas. Elaine apresentou gráficos, números e estatísticas sobre o tema.
A secretária de Assistência Social, Carla Saraiva, presente no encontro, foi convidada pela presidente do Legislativo, vereadora Maria Helena, para compor a Mesa durante a sessão que teve ampla participação de todos os vereadores.

Por: Elis REgina - elisregina@jornalaplateia.com - 06/12/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário