PUBLICIDADE

Geral

Pedalando para salvar vidas

Luiz Eduardo percorrerá mais de 500 km para alertar as pessoas sobre a Fibrose Cística

Luiz Eduardo Turino Matos é um ciclista de 59 anos de idade, natural da cidade de Pelotas e que tem o objetivo de ajudar as pessoas portadoras da doença Fibrose Cística, conhecida como doença do beijo salgado. Luiz está viajando de Pelotas até a cidade de Montevideo de bicicleta para chamar a atenção para o caso e alertar pais e mães sobre a necessidade do diagnóstico precoce da doença que pode ser verificado com o teste do pezinho.
Na bagagem, Luiz Eduardo leva panfletos, cartazes e muita força de vontade de fazer o bem a outras pessoas.
A jornada de Luiz e a aproximação com esta campanha começou quando ele praticava esporte e acabou conhecendo pessoas portadoras da doença. A fibrose cística é uma doença genética, crônica, que afeta principalmente os pulmões, pâncreas e o sistema digestivo, contudo, tratada desde cedo o portador pode levar uma vida quase saudável. Foi no esporte que o Luiz conheceu outras pessoas que lutavam por mais qualidade de vida e, vendo este exemplo, ele resolveu ajudar.
Luiz faz cerca de 50 a 60 km todos os dias e fará tudo apenas usando a sua bicicleta. Luiz já passou pelas cidades de Quaraí, Livramento, Rivera, Artigas e segue seu caminho pelo bem rumo à capital uruguaia. A campanha do pelotense é “Um beijo pode salvar sua vida”, fazendo alusão à percepção da doença pelo beijo salgado. O beijo, sendo sinônimo de amor, se torna a principal arma para enfrentar a doença e conscientizar outras pessoas para a importância do diagnóstico da doença e do seu tratamento. Luiz tem o apoio da ONG Unidos Pela Vida e resolveu fazer a viagem para chamar ainda mais a atenção da comunidade para a doença.

Sintomas

Os sintomas da fibrose cística e a gravidade destes são diferentes para cada pessoa. Pesquisas recentes mostram que parte dos sintomas estão baseados no tipo de defeito genético ou mutação que o gene tem. Há mais de mil tipos diferentes de mutação para esse gene. Os sintomas mais comuns são:
-pele de sabor muito salgada;
-tosse persistente, muitas vezes com catarro;
-infecções pulmonares frequentes, como pneumonia e bronquite;
-chiados no peito, ou falta de fôlego;
-baixo crescimento ou perda de peso, apesar de bom apetite;
-fezes volumosas e gordurosas, e dificuldade no movimento intestinal (poucas idas ao banheiro);
-surgimento de pólipos nasais.

Por: Elis Regina - elisregina@jornalaplateia.com - 06/12/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário