PUBLICIDADE

Política

João Carrets deixará a Secretaria da Fazenda

Alegando vontade particular o secretário confirmou sua saída no dia 18 de dezembro. Segundo fonte, mudanças no secretariado estão previstas para as próximas semanas

O secretário Municipal da Fazenda, João Carrts (PSB), confirmou, na manhã dessa segunda-feira (04) que deixará de compor o primeiro escalão do Governo Ico Charopen. A informação foi divulgada em primeira mão no quadro Direto ao Ponto, do Jornal da Manhã, na RCC FM.
Durante a entrevista, ele agradeceu a oportunidade que lhe foi dada pelos mandatários. “Eu agradeço ao Ico, a Mari e ao meu partido que me deu todo o apoio para que eu estivesse aqui. Estou saindo por vontade particular da minha família, pois eu já sou aposentado e é um trabalho muito exaustivo, com 2 mil servidores. Deixo o meu agradecimento ao prefeito, aos servidores da secretaria e das demais. Continuo o mesmo João morando no mesmo lugar e fazendo amigos”, disse ele em tom tranquilo ressaltando que cumpriu com o seu trabalho da melhor maneira possível, tratando as pessoas com delicadeza, educação e atenção.
Questionado sobre a avaliação inicial da Secretaria em comparação com o agora ele disse que houve evolução. “Encontramos uma Secretaria que não atendia a comunidade e os seus fornecedores – de portas fechadas. Nós abrimos as cortinas do gabinete do secretário, abrimos as portas e atendemos a todos. Independentemente de hora marcada, de pobre ou rico”, contou.
Segundo Carrets, a maior dificuldade no tempo em que esteve à frente da Secretaria foi a redução dos valores repassados pela União e pelo Estado. “Esperamos que haja uma transformação a partir do ano que vem , tendo os repasses a maior a partir do ano que vem. Esperamos também que a nossa arrecadação própria também melhore e que pague os seus encargos e impostos. A nossa maior dificuldade hoje é de cumprir com os fornecedores, dos restos a pagar do ano passado”, acrescentou.
Na sua visão, o secretário deixará uma Secretaria bastante enxuta. “Renegociamos as dívidas com o Sisprem, com o INSS e com a Receita Federal. Os precatórios também negociamos com a desembargadora, parcelamos e estamos cumprindo. Renegociamos a dívida do Simón Bolívar, que fazia 4 anos que não era pago, então deixamos um bom trabalho”, exemplificou.
Questionado sobre o quadro para o fim do ano, tendo em vista o pagamento de gratificação natalina, o 13º salário dos servidores, Carrets disse que está tudo no planejamento. “Sempre dissemos que a nossa prioridade era o pagamento do nosso servidor, o recolhimento do Sisprem, a Câmara de Vereadores e o pagamento dos nossos estagiários. Eu espero, com o repasse que vem da União e do Estado os dias 05, 08 e 12, já ter definido o pagamento da quinzena e do 13º dos trabalhadores”, finalizou.
Cogita-se para o lugar hoje ocupado por Carrets, na Fazenda, o nome de Mulcy Torres, diretor-presidente do Sisprem. Além disso, outras mudanças no Governo estão previstas.

Por: Rodrigo Evaldt - rodrigo@jornalaplateia.com - 05/12/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário