PUBLICIDADE

Rural

Parceria entre Espanha e Rio Grande do Sul para produção de ovinos de leite poderá beneficiar Santana do Livramento

Em reunião que aconteceu na sede da Secretaria de Agricultura do Estado, nesta semana, vários assuntos foram tratados em relação ao tema. Uma comitiva representando Livramento esteve presente no encontro

Pensando em desenvolver ainda mais a ovinocultura no estado e buscando novas formas de rentabilizar essa atividade que faz parte da economia de muitos gaúchos é que a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação, realizou uma reunião para tratar sobre a criação e produção de ovinos leiteiros através de uma parceria que deu certo na Espanha.
Uma comitiva integrada pelo secretário adjunto de agricultura do município, Alex Fabiano Gomes, o presidente da Associação Santanense de Ovinocultura, Jair Menezes, o criador Luiz Carlos Silveira (Xirú) e mais a professora Gládis da UNIPAMPA campus Dom Pedrito. Na reunião que contou com a presença do secretário estadual de Agricultura Ernani Polo, estiveram presentes ainda um grupo de cerca de 20 pessoas entre produtores e autoridades. O principal assunto abordado foi uma possível parceria entre a Espanha e o Rio Grande do Sul para a produção e criação de ovelhas leiteiras, visto que o país Europeu possui uma grande tradição nessa área da produção primária.

Tecnologia a serviço do campo

A reunião aconteceu através de uma vídeo conferência realizada entre os dois países, do lado espanhol esteve um produtor que atualmente trabalha com 80 mil ovelhas de raças leiteiras, sendo que na ordenha e manejo são 22 mil animais produzindo leite. Conforme ficou estabelecido no encontro a ideia é que o Rio Grande do Sul importe ovelhas daquele país para serem utilizadas em criatórios gaúchos. O presidente da Associação Santanense de Ovinocultores, Jair Menezes, destaca que a reunião rendeu muito bons frutos para Livramento e região, pois, hoje, na fronteira já existem propriedades rurais que estão começando a desenvolver a produção leiteira de forma profissional e também experimental em pequena escala.
“Foi um momento muito bom e produtivo, nós pudemos, em quase uma hora e meia, tirar todas as nossas dúvidas e fazer várias perguntas. Além disso o presidente da Associação Brasileira de Ovinocultura de Leite estava lá também entre outras autoridades do setor ovelheiro. Gostaria de agradecer à prefeitura municipal por meio do secretário adjunto Alex Fabiano que foi o grande responsável pela nossa ida lá e foi um evento muito esclarecedor que nos deu mais base ainda para a criação do Programa Santanense de Ovinocultura que deverá trabalhar em cima de três bases fundamentais: produção de lã fina, produção leiteira e também o desenvolvimento do artesanato à base de lã.

 

Por: Matias Moura - matiasdmoura@jornalaplateia.com - 02/12/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário