Festival

Festival Choriceva reúne centenas de pessoas no Parque Internacional

Evento que aconteceu no principal cartão postal da fronteira neste sábado (11) recebeu diversos visitantes além de santanenses e riverenses que foram degustar as cervejas artesanais e o tradicional choripan

Não há definição melhor para a 3º edição do festival Choriceva que aconteceu neste sábado (11) no Parque Internacional, do que a palavra sucesso. O evento que início ainda com dia claro e encerrou com um grande público a noite, ofereceu aos participantes o melhor das cervejas artesanais através de 8 estandes com a presença de mestres cervejeiros vindos de diversas partes do estado, além de 8 restaurantes de Livramento e Rivera oferecendo o nosso tradicional choripan.

 

Por todos os lados se via a animação das pessoas participantes do evento que com certeza já se consolidou no calendário das festividades duas cidades.

Cerveja artesanal

 

Um dos diferenciais da festa com certeza foram as bancas de cervejas artesanais, cada uma com seu estilo desposado apresentando ao público receitas nada convencionais chamando a atenção pela criatividade e também pela qualidade das bebidas comercializadas. Mestre cervejeiro há de 10 anos Felipe Zapata, da Cervejaria Rural Zapata disse que eventos como estes só tem a crescer e que Livramento e Rivera estão de parabéns pela bela festa. “A Zapata fica situada na cidade de Viamão, ela é uma cervejaria rural e nós temos na nossa produção os princípios da sustentabilidade para criar a nossa cerveja. Aqui nós oferecemos 7 tipos de cerveja dos 15 que produzimos. Começamos a trabalhar pensando na qualidade, para que o pessoal beba menos, mas com mais qualidade esse é o nosso foco” destacou.

 

Uma das cervejarias que esteve participante do evento representando Livramento e Rivera foi a Nasdrovia que há 4 anos vem produzindo a bebida através de uma ideia dos amigos Lucas e Leonardo. “A nossa produção começou bem simples, para consumo na panelinha mesmo ai os amigos comeram a experimentar e pedir e nós tivemos que expandir os negócios. Hoje é a nossa profissão. Ai nós montamos a Cervejaria Nasdrovia para poder servir os nossos amigos” disse o cervejeiro Leonardo. Segundo ele a produção da empresa gira em torno dos 2 mil litros e está em pleno processos de expansão.

 

Vindo de Alegrete com a Cervejaria La Pampa, o cervejeiro Rafael disse comenta que começou seu trabalho em Porto Alegre mas resolveu procurar outros mercados acabando por montar seu negócio no município vizinho. Para o Choriceva ele acabou trazendo 4 tipo de cervejas que são produzidas na empresa. “Um dos pilares do nosso trabalho é trazer os elementos da região para dentro da nossa micro cervejaria desde o nome até a composição dos ingredientes. Nós fizemos por exemplo uma parceria com a Estância São Francisco lá de Alegrete para plantar Lúpulo e levamos isso para dentro da cervejaria. Hoje eu não tenho outra profissão trabalho somente para a cervejaria e a demanda só cresce até nos falta produto, por exemplo este ano nós já estamos com toda a venda até dezembro já feita. E este evento aqui é muito bom para divulgarq o nosso trabalho” destacou o mestre Cervejeiro Rafael.

 

Choripan : O sabor da fronteira

 

Um dos restaurantes que esteve servindo aos participantes o tradicional Choripan , além de uma criação própria o “choriburguer” foi o restaurante Dom Caggiani que inovou neste ano ao trazer um “food truck” . Segundo o proprietário do restaurante e uma dos organizadores Rodrigo Caggiani a estimativa é que em torno de 2 mil pessoas circularam pelo evento que mais uma vez superou todas as expectativas.      

 

    

      

Por: Matias Moura - 12/11/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário