Rural

Secretaria de Agricultura promove capacitação para horticultores

Durante o evento que aconteceu no dia 31 de outubro em Livramento, foram tratados diversos assuntos, entre eles as alternativas tecnológicas para o desenvolvido da pequena propriedade
Os desafios da produção de hortaliças e seus derivados foram o tema central de uma tarde de campo realizada pela Secretaria Municipal de Agricultura, dia 31 de outubro em Santana do Livramento. O foco da capacitação foram os pequenos agricultores familiares que são assistidos pela secretaria e pela EMATER no município e produzem hortaliças para os programa de Políticas Públicas, PENAE-Programa Nacional de Alimentação Escolar e o Programa de Aquisição de Alimentos.
Os agricultores que trabalham nesses programas são responsáveis por produzir alimentos para serem entregues nas escolas do município e também do estado para o preparo das refeições.
Segundo o engenheiro agrônomo, Roberto Braz, que esteve coordenando os trabalhos, a ideia foi levar até os produtores algumas alternativas tecnológicas que hoje estão sendo utilizadas na produção de alimentos. “Nós estivemos falando sobre produtos para controle de pragas e doença, adubação folhear de plantas. Este produtos oferecem uma certa segurança aos produtores porque eles não são defensivos agrícolas, na sua grande maioria eles são biológicos à base de microrganismos utilizados para o controle”, disse.
Segundo o engenheiro, durante as palestras foi falado aos produtores sobre a importância das estufas na produção de hortaliças, para que as plantas tenham uma melhor proteção durante seu período de crescimento. “Nós reforçamos essa prática do cultivo em estufas para que as plantas tenham mais proteção. Recentemente, nós passamos por um período muito difícil em que tivemos chuva de granizo que causou vários prejuízos aos produtores. Então, o cultivo em estufas acaba minimizando os riscos de perda da produção” comentou
Durante a Tarde de Campo estiveram presentes representantes do Banrisul, falando sobre as linhas de créditos para produtores que trabalham com agroecologia na agricultura famíliar, que podem buscar subsídios para a sua produção com juros mais baixos. O evento contou com a presença de aproximadamente 50 produtores rurais.

Por: Matias Moura - matiasmoura@jornalaplateia.com - 04/11/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário