Bastidores

Autorizada conclusão de software para controle dos free shops

Uma das notícias mais esperadas dos últimos meses finalmente foi  dada na tarde desta quarta-feira, Dia de Todos os Santos, pelo deputado Marco Maia, autor do projeto que criou a Lei autorizando a abertura de lojas francas, ou free shops, nas cidades gêmeas das fronteiras do Brasil: a Receita Federal finalmente autorizou o Serviço Nacional de Processamento de Dados - Serpro a concluir o trabalho de criação do software que será utilizado para controlar o funcionamento do sistema. Maia ligou pessoalmente ontem para o vereador Aquiles Pires  para  dar a boa nova, que logo se espalhou principalmente entre as lideranças políticas e empresariais envolvidas na luta pela liberação das lojas. A notícia deve servir como motivação para a participação de gestores e empresários da maioria das 32 cidades brasileiras beneficiadas pela lei em encontro que será realizado no próximo 7 de dezembro, em Brasília, quando a Receita Federal deverá anunciar as últimoas regras para o funcionamento dos free shops.

Concurso

Terminou às 12 horas desta quarta-feira o prazo para inscrições ao concurso para a Unidade Central de Controle Interno do Município. As provas estão marcadas para o dia 10 de dezembro.

Expectativa

Grupo de candidatos aprovados em concursos do Município torcem para que a Administração considere a necessidade de chamar mais agentes de trânsito para aumentar a fiscalização nas ruas da cidade.

Escolas de samba apresentam sugestão para carnaval de 2018

O carnaval feito com a participação das escolas de samba de Livramento poderá voltar a ser internacional de fato na edição de 2018 - se ela acontecer. As próprias entidades carnavalescas apresentaram ao prefeito Ico Charopen uma sugestão que poderá atender à vontade do Chefe do Executivo de que o carnaval seja realizado em conjunto com Rivera. Ico ainda vai analisar a questão dos custos envolvidos na proposta, que prevê desfiles em torno do Parque Internacional, como acontecia em anos anteriores. As escolas ainda apresentaram um orçamento preliminar para o evento acompanhando a intenção do Prefeito de buscar parcerias tanto com a Intendência de Rivera quanto com empresas privadas para custear o carnaval de 2018.

Liesa

A entidade que representa as escolas de samba de Livramento está sendo administrada de forma colegiada pelo Conselho de Presidentes. A eleição deveria ter sido realizada em março deste ano para a sucessão do ex-presidente Jorge “Zica” Coelho.

 Fênix

Seis escolas de samba ligadas à Liesa estão ativas em Livramento mas apenas cinco deverão estar aptas a participar do carnaval deste ano: Os Acadêmicos, Império da Zona Sul, Tradição, Mocidade Alegre e União da Vila. Comenta-se ainda sobre um eventual retorno da Bafo da Onça e Unidos da Vila João Martins. 

Patrimônios da fronteira

A semana política de Livramento não vai ter pausa por causa do feriadão proporcionado pelo ponto facultativo na Prefeitura e na Câmara. Duas questões, principalmente, estão no centro da agitação de membros do Executivo e do Parlamento: a luta para reverter a decisão de venda da Fazenda Lolita, da Brigada Militar, e a mobilização para evitar o leilão do estádio João Martins, do “Leão da Fronteira”.

Por: ediselgarte@jornalaplateia.com | WhatsApp (55) 84296522 - 02/11/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário