Editorial

Uma figura central ou geral?

Nessa quarta-feira, Livramento recebeu um visitante ilustre: o Gaúcho da Geral, um torcedor do Grêmio que se tornou símbolo dentro do seu time por, além de ser torcedor, levar a imagem e a cultura do seu estado para dentro dos estádios.
De bombacha (calça típica), lenço, guaiaca (cinto), chapéu, botas e bandeira do estado, nunca se furtou de subir mureta ou alambrado para comemorar os gols do Tricolor. Não tinha como não ficar em evidência. Desta vez a sua fama chegou à Fronteira da Paz para assistir, olhem só, no Bar do Flamengo, o jogo que define o futuro do Grêmio dentro do campeonato da Libertadores.
A paixão pelo time e pelo estado se tornaram evidentes e a sua fama percorreu o estado. A simpatia é a segunda palavra que o define, pois, muito embora a fama e os diversos convites importantes, Juliano Franczak, da cidade de Novo Hamburgo, não deixou que a vaidade e fama lhe subissem à cabeça. A simbologia ganhou ainda mais a paixão da torcida e Juliano passou a dividir este sentimento e carinho com a própria torcida. É justamente o que ele fez na noite de ontem ao conferir o jogo do time do coração em parceria com tantos outros gaúchos no Bar do Flamengo. Agora...Bar do Flamengo? Bom, esta escolha só pode significar uma coisa: sorte para a Libertadores e quem sabe.... Fla-men-go (um tri que venha por aí).

Por: Administrador - 26/10/2017 às 0:00

 

Deixe seu comentário