Jornal A Plateia - Livramento/RS. Notícia - Livramento conquista espaço para crianças e adolescentes

Pesquisar

 

Geral

Geral

Livramento conquista espaço para crianças e adolescentes

Após 29 anos de legislação obrigando que cada município criasse a sua Casa de Acolhimento para Menores, Livramento inaugura a Casa do Bem, um espaço especial para crianças e adolescentes

A tarde de segunda-feira (9) marcou história para Livramento. Após mais de 20 anos de Lei, Livramento ganhou a sua Casa de Acolhimento para menores em situação de risco, batizada como Casa do Bem, pelo Poder Público. A festa para descerramento da placa aconteceu às 16h30min no próprio local, rua Silveira Martins, 1142. Estiveram presentes diversas autoridades do Poder Público, Legislativo e Judiciário, incluindo a juíza Carine Labres que desde o ano de 2013 não desistiu do projeto de implantar na cidade o abrigo que já era uma determinação legal. Em 2017 o projeto ganhou o apoio e o compromisso com o prefeito eleito Ico Charopen, a vice Mari Machado e o trabalho incansável da Secretária de Assistência Social Carla Saraiva. Também participaram da solenidade representantes do Ministério Publico, Brigada Militar, Polícia Rodoviária, Exército, vereadores e empresário locais.
Os discursos foram recheados de emoção. Ico e Mari fizeram questão de lembrar que esta é mais uma promessa de campanha que foi cumprida, a juíza Carine salientou o direito das crianças e o trabalho desenvolvido também pela entidade Lar de Meninas que muito ajudou o trabalho do Judiciário, fato que também foi lembrado pelo Promotor de Justiça, Marcelo Gonzaga, que elogiou o trabalho dos voluntários.
A Casa do Bem já recebeu crianças nessa terça-feira. Alguns menores que foram encaminhados para outras cidades, como Uruguaiana, irão retornar para Livramento e serão acolhidos na Casa do Bem. O local tem capacidade para receber até 25 crianças entre 6 e 18 anos incompletos. Segundo a juíza Carine Labres este é um passo que rompe com 29 anos de omissão e fará a diferença da vida de dezenas de crianças e adolescentes.
Quem também comemorou a chegada da Casa do Bem foi o vereador Aquiles Pires, um dos responsáveis pela emenda que deu condições para a criação do abrigo. Comentando o evento ele disse: “Fiz a emenda no PPA, ou seja,  fiz a previsão orçamentária para ser possível ao município fazer gastos para concluir o projeto. Nós criamos condições para tornar realidade esta casa. Também  levei pra juíza Carine tão logo fiz essa emenda no PPA,  para ajudar na pressão ao executivo.  E deu certo nesse governo. Estamos muito satisfeito com essa união de todos!
Responsável pela capacitação dos servidores que atuarão na Casa, a representante da Fundação de Proteção Especial do Estado do Rio Grande do Sul, Fabiana Nascimento de Oliveira, salientou a importância da instalação do espaço, que além de cumprir uma necessidade legal, proporciona um espaço de carinho para crianças e adolescentes.
“Esta casa é para reinícios, para novas oportunidades, para novas possibilidades e acima de tudo para superação da condição social de dignidade humana das crianças e adolescentes que por aqui passarem”, pontuou a vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente (COMDICA), Marta Raquel de Almeida Pereira. “Este espaço marca na vida das pessoas uma nova história”, destacou ainda o presidente do Conselho de Assistência Social, Enrique Lopez. A solenidade contou ainda com a apresentação do projeto Sinfonia da Legião da Cruz, da Cidade de Meninos e do Coral Infantil Quatro Ventos, do Núcleo Habitacional Simón Bolívar.
Nessa terça-feira (10), foram recebidas as primeiras crianças que serão abrigadas no local. Aos poucos, uma nova rotina de amparo e atenção passa a vigorar no município.

Por: Elis Regina - elisregina@jornalaplateia.com - 11/10/2017 às 9:58

 

Deixe seu comentário

Pesquisar