Jornal A Plateia - Livramento/RS. Notícia - Em briga de marido e mulher a Justiça põe, sim, a colher

Pesquisar

 

Editorial

Editorial

Em briga de marido e mulher a Justiça põe, sim, a colher

O diálogo é sempre a melhor ferramenta. É pensando nisso que o CEJUSC, em Livramento, e a Defensoria Pública têm ministrado oficinas e feito a diferença na vida de dezenas de pessoas. Muitas relações chegam ao fim e diante de tantos conflitos e mágoas fica praticamente impossível para o casal resolver questões que deveriam ser simples, como manter a convivência com seus filhos de forma saudável.
Diferentemente do que muitos parentes e “amigos” fazem, minando as relações e promovendo mais ódio e rancor, o Tribunal de Justiça “mete a colher” com inteira intenção de fazer o bem. O tabu e o receio ficaram por terra e o que se vê é solução. Quem mais ganha com estas ações são as crianças e adolescentes que, muito embora os pais não tenham mais convivência como marido e mulher, eles ainda existirão como pai e mãe e todos terão direitos iguais de convivência.
O direito a visitar o filho é tanto do pai quanto da mãe, como é direito também das crianças em ser visitadas, por isso, nenhum dos genitores pode proibir esta relação. O papel da Justiça é esclarecer este entendimento e direito e se tornar um mediador, neste caso, a colherada ainda vai cheia.

Por: - 28/09/2017 às 10:49

 

Deixe seu comentário

Outras Notícias

+ Notícias
Pesquisar