PUBLICIDADE

Rural

Presidente da Associação Santanense de Ovinocultores Jair Menezes será jurado e receberá homenagem na 40ª Expointer

Com 73 anos de idade e mais de 50 dedicados à ovinocultura, o santanense diz que se sente muito feliz pelo caminho trilhado. Jair receberá a homenagem da Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos onde atuou como técnico por mais de 20 anos

“Meu sonho, quando guri, era ser domador, mas acabei vindo estudar na cidade quando tinha 7 anos, aí passei a querer a ser jogador de futebol, anos mais tarde já na faculdade, me apaixonei pela ovinocultura e, desde lá, tenho me dedicado a ela”. Assim começou a entrevista com o zootecnista santanense Jair Menezes que será homenageado na Expointer durante a comemoração dos 75 anos da ARCO (Associação Brasileira de Criadores de Ovinos) onde atuou por mais de 20 anos como técnico.
Segundo o zootecnista, sua história na ovinocultura começou quando, ainda na universidade era aluno de Zootecnia, na cidade de Uruguaiana e foi estagiar na ARCO. “No ano de 1966 fui estudar lá, e estive em Uruguaiana durante os quatro anos de faculdade. Tenho orgulho de fazer parte da primeira turma de zootecnista do Brasil. E nessa época, fui estagiar lá na ARCO onde um amigo me influenciou muito na ida para a ovinocultura, foi o José Olvideo da Costa, inclusive nós prestamos exame para técnico no mesmo dia e passamos. E agora nós dois estaremos sendo homenageados pela Associação, em Esteio, no dia 30 de agosto, na pista de ovinos” destacou. 
Além de receber homenagem, Jair Menezes será jurado dos Ovinos  Naturalmente Coloridos, em Esteio. Ele relembra o tempo em que começou a atuar como técnico da ARCO, já em Santana do Livramento e região em 1970. “Vim atender a minha terra e a região e trabalhei como técnico da ARCO por 20 anos. Mas, a minha carreira de jurado começou quando estreei na raça Corriedale, como jurado internacional, em uma exposição na cidade de Artigas, Uruguai, no ano de 1973. Lá, foi meu primeiro julgamento” relembrou.
Hoje, Jair Menezes contabiliza em seu currículo mais de 187 julgamentos das mais variadas raças de ovinos passando por 7 países. “Já julguei, na minha vida, mais de 25 raças de ovelhas, inclusive raças que já estão extintas. Essa é um pouco da minha história de zootecnista dentro das pistas”.
Recentemente, Jair foi homenageado no Paraguai durante o Festival Ovecha Ragué pelos seus serviços prestados à ovinocultura naquele país, segundo ele, foi uma grande honra pois por muitos anos de sua vida viveu lá e pode levar um pouco do que aprendeu nos campos de Livramento. “Na minha vida tive grandes mestres que me ensinaram o caminho e hoje me sinto bastante realizado com as oportunidades que a ovinocultura me deu. Já estive em mais de 20 país e muitos deles foram através do meu trabalho, então sinto, que hoje eu tenho uma grande dívida com ela” disse.
Jair Menezes irá julgar, no dia 27 de agosto, na 40ª Expointer, pela parte da manhã na pista 10 os Ovinos Naturalmente Coloridos, contabilizando assim mais uma exposição para o seu currículo.

Por: Matias moura - matiasmoura@jornalaplateia.com - 12/08/2017 às 11:58

 

Deixe seu comentário