PUBLICIDADE

Rural

Costelão à moda campeira

CTG Rincão da Carolina organizou festa para comemorar o seu aniversário de 33 anos juntamente com os sócios e amigos. Festa contou com assado na vala.

No dia 30 de julho, o Centro de Tradições Gaúchas Rincão da Carolina comemorou seu aniversário de 33 anos ao melhor estilo gaúcho com um churrasco de “costelão” assado na vala. O patrão da entidade José Machado disse que o CTG está sempre de portas abertas para a comunidade e agradeceu a presença de todas as pessoas que prestigiaram o evento. “Nós completamos 33 anos de trabalho com muitas atividades durante o ano e a nossa entidade está crescendo a cada dia mais. A gente sabe que hoje não está fácil, mas graças ao trabalho dos nossos sócios e amigos, e também dos grupos artísticos do nosso CTG estamos consignado perpetuar a nossa tradição” disse.

Assado à moda campeira

Sem dúvida, a grande atração da festa foi o assado de cerca de 11 “costelões” (costelas inteiras de gado sem corte) que foram servidas aos convidados. Embora o churrasco tenha sida servido no almoço, o trabalho iniciou bem mais cedo, por volta das 5 horas da manhã quando a peonada do CTG já estava começando o fogo para assar o churrasco que chegou a, aproximadamente, 140kg de carne.
Embora a região da fronteira tenha o seu modo tradicional de fazer o seu assado, no estilo parrilla, o modo de preparo do churrasco na vala é mais comum em outras regiões do Estado, e até do país, a onde existem gaúchos disseminando essa tradição. Por esse motivo é que o CTG Rincão da Carolina resolveu de um forma pioneira entre as entidades de Livramento realizar um “costelão” nos moldes dos antigos tropeiros usando espeto de madeira. Após quase 7 horas assando, a carne foi servida aos convidados que puderam apreciar o verdadeiro churrasco gaúcho ao som de um boa música.
Ilson Pereira, um dos assadores, destacou que a ideia surgiu depois que ele conheceu o modo de preparo dos gaúchos serranos que em seus eventos realizam este tipo de churrasco “A gente queria fazer este costelão faz tempo e graças aos nossos amigos conseguimos trazer essa novidade pra Santana do Livramento” disse.

Por: Matias Moura - matiasmoura@jornalaplateia.com - 05/08/2017 às 11:45

 

Deixe seu comentário