PUBLICIDADE

Editorial

Mazá galo veio

O vereador tucado de Livramento se tornou assunto nacional depois de falar na Tribuba da Câmara nesta semana. Conhecido pelas suas posturas firmes e de direita, o vereador Galo aprontou mais uma ao dizer que se Lula fosse eleito em 2018 o caso só teria fim “matando”. Depois do caso repercutir o lelislador disse que foi mal interpretado e que não quis avocar a morte de ninguém.
Não é a primeira vez que este ou outro vereador se manifesta na Tribuna com posturas firmes e até chocantes, mas ganhando o contexto nacional, acabou que mais uma vez Livramento entrou no circuito nacional.

Ninguém deseja matar um réu da Lava Jato, claro que não. Os cidadãos desejam justiça, a sede não é por sangue, mas por clareza e que tudo o que está ruim seja consertado. O tucano falou como legislador, mas também falou como homem e como brasileiro que é, e se, SE observamos bem os milhares de comentários e postagens nas redes sociais essa expressão e intenção (ainda que no sentido figurado) não é só dele. Quantos não se indignam com inúmeras situações que o sangue ferve, a emoção aflora e a boca fala. A própria Bíblica Sagrada diz: “A boca fala do que está cheio o coração”.
A filmagem ao vivo da TV A Plateia viralizou e o vereador agora ganhou fama nacional. Quem sabe até em Livramento (a cidade diferente) o PSDB não muda de mascote e adota um galo ao contrário do tucano.

Por: - 10/05/2017 às 9:55

 

Deixe seu comentário