Jornal A Plateia - Livramento/RS. Notícia - No solo do 7º, o reflexo do prestígio militar em celebração à existência da Força Terrestre

Pesquisar

 

Geral

Exército

No solo do 7º, o reflexo do prestígio militar em celebração à existência da Força Terrestre

Dois militares foram condecorados com medalha na solenidade, que teve, além de militares, representantes da sociedade civil em Santana do Livramento

O “Bom Dia” de ontem, no 7º Regimento de Cavalaria Mecanizado (7º RC Mec), dado à tropa pelo Comandante Tenente Coronel Carlos Alexandre de Souza foi especial. Essa saudação que já arrepia em outras solenidades, desde o palanque das autoridades, como a de incorporação de recrutas ou de visita e inspeção de generais, nesta terça-feira foi abrilhantada pela celebração do Dia do Exército Brasileiro.
No pátio do 7º RC Mec, “Regimento Brigadeiro Vasco Alves Pereira”, militares do próprio 7º e da 2ª Bateria de Artilharia Antiaérea (2ª Bia AAAé) e representantes da sociedade civil se reuniram em formatura de homenagem ao aniversário do Exército, que tem seu nascimento vinculado ao 19 de abril de 1648. Naquele dia, aconteceu a Batalha de Guararapes. Brancos, negros e índios se uniram para derrotar holandeses que invadiam a então colônia do Império Português pelo nordeste; especificamente onde hoje se localiza o estado de Pernambuco.
Em seu pronunciamento de quase dez minutos, o Comandante do 7º, Tenente Coronel Carlos Alexandre de Souza destacou a vinculação entre o município santanense e o Exército Brasileiro, por meio da representação da sociedade civil que se fazia ali presente.
“A presença dos senhores em nossa atividade demonstra e reforça os laços que unem a sociedade de Santana do Livramento ao Exército Brasileiro. Laços históricos, laços que vem de muito tempo e que dia a dia, em nossas atividades rotineiras, cotidianas, nas nossas cooperações, na presença dos senhores esses laços se reforçam cada vez mais”, afirmou.
Entre outras colocações, o Comandante Carlos salientou as características da Força Terrestre, relacionadas à própria fundação do Exército Brasileiro, no contexto da Batalha de Guararapes:
“A característica de ser multirracial, de não procurar saber a origem social, a cor, o credo, a posição social, essa é a argamassa principal que manteve, ao longo de toda sua história, e mantem a nossa força coesa até os dias de hoje”, frisou o Tenente Coronel.
O Comandante também disse: “O Exército que, nos dias de hoje, ainda é e continuará sendo o esteio da própria sociedade. Um Exército que se esforça, que cumpre seu papel, de manter a legalidade, a institucionalidade e a estabilidade. Esse é nosso papel, é por isso que nos esforçamos no dia a dia. É por isso que devemos sim comemorar a data do Exército Brasileiro, porque é uma data que se refere a toda nossa sociedade e que deve ser comemorada por todo nosso país”.
O Tenente Coronel Carlos ainda reforçou essa relação entre o município e a instituição militar: “Na nossa sociedade de Santana do Livramento, para nossa felicidade e não digo minha felicidade como militar, mas como cidadão santanense que já me sinto, é uma felicidade esse entendimento de toda a sociedade quanto a importância da data que celebramos hoje”.

Medalhas

O 2º Sargento Rolim e o Major Gulart receberam condecoração do Exército Brasileiro, por meio do Comandante Carlos, com medalhas militares de Corpo de Tropa.
“É uma realização pessoal, é um reconhecimento pelo Exército a meu serviço e fico grato por isso a nossa instituição”, falou o Sargento Rolim para A Plateia.
“É sempre bom entrar em posição de destaque, é sempre bom receber uma distinção, estar à frente da tropa, assim como na vida é sempre bom ser destacado. A gente sente determinado orgulho”, disse o Major Gulart para A Plateia.

Exposição e música

Na Praça José Bonifácio, centro da cidade, o Exército Brasileiro realizou, durante toda a manhã de ontem, exposição de equipamentos, como aparelhos de comunicação por rádio, metralhadoras, fuzis e pistolas.
O chaveiro Daniel Leites gostou da presença dos militares na Praça José Bonifácio, onde trabalha: “É bom. A gente aprende sobre as armas, sobre os carros. Aproxima sim (da comunidade), a comunidade fica sabendo mais do que fazem lá dentro, sobre o que trabalham”, afirmou.
Além disso, próximo ao meio-dia, a banda de música militar se apresentou. “Essa banda é sensacional, é lindo como se dedicam para realizar todo esse trabalho. Acho bonito, as músicas são sensacionais, por isso que a gente fica parado aqui”, garantiu o aposentado Ronei Castilho Silva, que mesmo com o tempo ruim acompanhou toda a apresentação dos músicos militares.

Autoridades da área de segurança se manifestaram sobre o Dia do Exército e a solenidade no 7º RC Mec

Ana Tarouco
Delegada Regional da Polícia Civil

“É um prazer, enquanto Polícia Civil, estar participando mais uma vez desse momento do Exército. Uma instituição que defende as bases de nossa democracia, aliás, em tempos tão difíceis. Temos trabalhado em conjunto com o EB, então é sempre uma satisfação estar com o Comando, e a cerimônia foi digna, à altura do que representa o Exército Brasileiro para nossa sociedade”.

Alessandro Lopes
Delegado da Polícia Federal

“Parabenizo o Exército pelo dia de hoje, essa importante instituição que temos no Brasil. Um grande parceiro nosso aqui na Fronteira, parceiro da Polícia Federal. Temos nesta Fronteira algo muito peculiar que é o entrelaçamento muito forte entre as instituições, tanto brasileiras como uruguaias e o Exército é sempre um grande parceiro de todas as instituições. Tivemos uma homenagem bonita e parabenizamos o Regimento de Santana do Livramento pela solenidade”.

Cristiano Vasconcellos
Chefe da PRF em
Livramento

“Foi excelente a solenidade que teve do Dia do Exército, todos muito comprometidos. O Exérito é um grande parceiro da Polícia Rodoviária Federal, uma instituição que caminha lado a lado conosco com muita honra. Estamos juntos e parabenizamos a todos pelo dia de hoje”.

Major Lobo Vianna
Comandante da 2ª Bia AAAé

“O início do Exército é um marco não só em sua história, mas na do país também. É motivo de orgulho, de comemoração e de relembrar nossos herois do passado”.

Tenente Cel Carlos
Comandante do 7º

“Esse respeito mútuo, que é normal entre as instituições, aqui em Livramento ele vai além, passa para o lado de uma cooperação muito fácil e até de um laço de amizade. Esse respeito se traduz na própria amizade em nossas atividades no dia a dia. Isso é um patrimônio e uma peculiaridade de nossa região”.

Tenente Coronel Sosa
Chefe do Estado Maior da Brigada de Cavalaria 1 do Uruguai

“É muito importante a vinculação de ambos os Exércitos nesses momentos. A cerimônia foi muito agradável, mostrou-se muita marcialidade em todas as ações feitas pela tropa. É uma cerimônia muito emotiva, em que foi importante ressaltar o espírito de conjunto manifesto”.

Por: Marcel Neves - marcelneves@jornalaplateia.com - 20/04/2017 às 9:30

 

Deixe seu comentário

Pesquisar