Geral

Afiando facas pela Fronteira

A bordo de sua bicicleta, o argentino Julio Carral realiza um minucioso trabalho manual de afiação de facas e tesouras

Circulando pela Fronteira, encontramos na tarde quente da última segunda-feira (09) o afiador de facas Julio Carral. Natural da cidade de Quilmes, na Argentina, Julio percorre diversas regiões a bordo de sua bicicleta, oferecendo seus serviços de afiação de facas e tesouras. Com uma espécie de apito, o afiador de facas circula pelas ruas da cidade, chamando a atenção dos populares.
Um ofício tão antigo e quase em desuso foi passado de geração em geração na família de Julio. Ao aprender a atividade com o tio, Julio e os irmãos fizeram da prática uma profissão. Casado e com filhos, o argentino circula por diversas regiões, oferecendo seu trabalho e garantindo o sustento da família. “Vou de cidade em cidade, departamento por departamento e faço o máximo de departamentos possíveis”, conta.
Na própria bicicleta, Julio realiza seu trabalho com agilidade e precisão, em uma clara demonstração de amor pelo ofício que desenvolve há 30 anos. “Meu tio me ensinou o trabalho quando eu era pequeno, e desde os 15 trabalho”, comenta o afiador de “cuchillos y tijeras”.

Um trabalho reconhecido

Segundo Julio, a procura por seus serviços é considerada muito boa na Fronteira, tendo bastante trabalho na região. Durante a reportagem, pôde-se confirmar esta evidência em conversa com as donas de casa Maria Isabel e Elvira Martins, que comemoraram a passagem de Julio em frente a sua residência. “Estávamos procurando um afiador. Faz tempo que a gente precisa dele, mas ele nunca passava”, comentou Maria Isabel, que aproveitou a passagem de Julio para afiação de uma faca e uma tesoura.

 

Por: Jéssica Ribeiro - jessica@jornalaplateia.com - 11/01/2017 às 8:57

 

Deixe seu comentário