Jornal A Plateia - Livramento/RS. Notícia - Motorista apresenta sua versão de acidente de trânsito

Pesquisar

 

Polícia

Motorista apresenta sua versão de acidente de trânsito

O motorista Claudenir de Andrade Alves entrou em contato com a Redação ontem pela manhã, para questionar as informações fornecidas à Reportagem e veiculadas em 24 de dezembro de 2016, referentes ao acidente de trânsito ocorrido na véspera, por volta das 17h, a poucos metros do viaduto do Armour.
Claudenir informou que sua esposa ainda está hospitalizada em função do acidente e ele está em licença médica recuperando sua condição de saúde, já que quebrou fêmur, as duas costelas, entre outros ferimentos. “Minha esposa saiu da UTI ontem, após passar por uma série de procedimentos e seu estado ainda é grave” – referiu.
De acordo com Claudenir de Andrade Alves, ele recém havia ido buscar sua esposa – que trabalha na Santa Casa – e o casal, na moto Yamaha, cores vermelha e preta, placa IPO 1615, estava trafegando pela avenida Francisco Reverbel de Araújo Góes, no sentido centro-bairro, e não pela rua Marechal Nelson de Mello, como equivocaram-se populares ao repassar informações à Brigada e à reportagem.

“A pessoa no Palio estava estacionada, de repente, deu marcha ao carro e foi fazer um retorno, passando na nossa frente. Aí foi que ocorreu a colisão. Nós vínhamos na nossa pista, em velocidade normal, quando o carro se atravessou” – narrou a vítima, que não tinha falado em função de ter sido removida pelos socorristas da Samu-Salvar, junto com a esposa, Andrea; para que ambos recebessem os cuidados, já que sofreram lesões graves.  Segundo Claudenir, o automóvel Fiat Palio cinza, placas IWF 7131, que tinha como condutora a cidadã de iniciais I.G.P, (e, a seu lado, a passageira, de iniciais H.M.F.) saiu de onde estava estacionado, na própria avenida Reverbel e foi fazer um “balão” para seguir no sentido centro-bairro, momento em que ocorreu o acidente.
Passadas as questões de registro policial, a situação deverá se resolver em ambiente jurídico, com exclusiva análise técnica dos elementos inerentes à situação.

Por: - 10/01/2017 às 10:05

 

Deixe seu comentário

Pesquisar