Jornal A Plateia - Livramento/RS. Notícia - Terminando a semana com o pé direito

Pesquisar

 

Editorial

Editorial

Terminando a semana com o pé direito

Na primeira semana de 2017, Livramento viveu dias movimentados. Desde uma forte chuva, goteiras dentro da prefeitura, polêmicas do cheque sem fundo e autopagamento de ex-diretores até uma rápida limpeza de arroio que assustava moradores na comunidade da Praça Artigas. A semana foi cheia de trabalho na política, mas também foi cheia para a cidade. Com o dólar beirando os três reais, o movimento de turistas só cresceu do último fim de semana de ano novo até esta inaugural do novo ano. Já foi possível fazer um balanço do que restou e de como poderá a cidade caminhar nos próximos meses. Uma notícia que é muito aguardada sempre em início de cada ano são os impostos, como, por exemplo, o IPTU, que depois de reuniões e verificações, a cidade irá aguardar até o mês de fevereiro para começar a receber em caixa esta verba. Um pouco de atraso e falta de planejamento que repercutirá no caixa do executivo. Na Educação, algumas revelações também foram noticiadas e muito do que se via a quatro anos começa a se repetir, porém, outras não.
 

O primeiro dia de trabalho dos líderes da cidade trouxe uma mensagem mais que bela e positiva, trouxe esperança. Como primeiro ato governamental, Ico e Mari, sempre juntos, plantaram árvores e mudas na Praça principal da cidade. O gesto, além de representar uma preocupação com a comunidade, também reveste de sensibilidade o santanense que costumava andar metros e metros atrás das praças de Rivera.

Uma cidade que se veste bem e que apresenta organização acaba inspirando os cidadãos a melhorarem as suas próprias casas, vilas, ruas e bairros. Quando os líderes dão o exemplo e estimulam o cuidado e o zelo pelo patrimônio, a comunidade se une e faz da cidade quem sabe até uma atração turística como foi o caso de Gramado, Canela, Bento Gonçalves e tantas outras cidades gaúchas e sulistas. Do pouco e do nada atrativo sem praia ou grandes centros, cidades se tornaram grandes atrações e potenciais turísticos e é disso que Livramento precisa para começar a crescer e mostrar o seu valor, quem sabe, por para valer um dos seus maiores jargões: a cidade mais irmã do mundo.

Por: - 07/01/2017 às 9:45

 

Deixe seu comentário

Outras Notícias

+ Notícias
Pesquisar